Clube Jurídico do Brasil

Pagamento por consignação Goiânia, Goiás

Pagamento por consignação em Goiânia. Você também encontrará nesta página artigos educativos, eventos, opiniões, etc.

Antônio Faria
(62) 3212-2341
Avenida Anhanguera 3001 qd 38 lt 96 s 909
Goiânia, Goiás
 
Cefim
(62) 3215-1813
Rua João de Abreu 192 s B55 s B56
Goiânia, Goiás
 
Clorioval Vitalino de Souza
(62) 3215-5780
Rua 10 109 qd B24 lt 14 lj 4
Goiânia, Goiás
 
Advocacia e Locação Imóveis Júnior Rezende
(62) 3245-1183
Praça Comendador Germano Roriz 175
Goiânia, Goiás
 
Josserrand Massuino Volpon Advogados
(62) 3941-5077
Rua 104 3 qd F22
Goiânia, Goiás
 
Costa Advocacia
(62) 3224-5685
Rua 105 343 qd F25 lt 47
Goiânia, Goiás
 
Alves & Cardoso Advogados Associados
(62) 3251-1174
Rua T 49 137 qd 52 lt 35
Goiânia, Goiás
 
Ana Clara Víctor da Paixão
(62) 3258-6813
Avenida Presidente Juscelino Kubitschek 2130 qd 60 lt 6
Goiânia, Goiás
 
Cavalcante & Lustosa
(62) 3212-0686
Rua 100 46
Goiânia, Goiás
 
André Abrantes e Advogados Associados
(62) 3281-0330
Rua 1126 55 s 3
Goiânia, Goiás
 

Pagamento por consignação

1. O pagamento por consignação: Na dicção do art. 304 do CC, “qualquer interessado na extinção da dívida pode pagá-la, usando, se o credor se opuser, dos meios conducentes à exoneração do devedor, salvo oposição deste.”

Extrai-se da previsão legal, em primeiro lugar, que o pagamento representa o modo normal de extinção da obrigação, pelo cumprimento voluntário da prestação devida. Extrai-se, mais, que não sendo a obrigação voluntariamente desfeita dessa forma – seja porque o credor se recusou injustificadamente a receber o pagamento, ou a dar quitação, seja porque o devedor ficou impedido, por motivos alheios à sua vontade, de realizar o pagamento (v. CC, art. 335) –, resta a esse último, ou a qualquer outro interessado na extinção da obrigação, a via anormal do pagamento por consignação (CC, arts. 334 a 345).

Em nosso país essa modalidade de pagamento assumiu a forma judicializada de desfazimento do vínculo obrigacional, razão pela qual o devedor, ou o terceiro interessado no pagamento, depende da realização do depósito judicial para liberar-se da dívida (ressalvadas as situações que autorizam o depósito extrajudicial, a seguir examinadas), valendo-se, para tanto, da denominada ação de consignação em pagamento.

O Código de Processo Civil regula o procedimento consignatório em seus arts. 890 e seguintes. A consignação de aluguéis ou encargos da locação, deverá observar o procedimento previsto no art. 67 da Lei 8.245, de 1991, conhecida como Lei de locação de imóveis prediais urbanos.

2. A extinção da obrigação por meio do pagamento por consignação: Nascida a obrigação, será ela naturalmente extinta, como já dito, por meio do pagamento, ou seja, no momento em que o devedor satisfaça o credor, cumprindo a prestação devida, extingue-se o vínculo obrigacional (CC, arts. 304 a 333). Mas nem sempre a obrigação é voluntariamente desfeita dessa forma, quer porque o devedor se tornou inadimplente, não ofertando a presta&...

Clique aqui para ler este artigo no Portal ClubeJus

© 2007-2010 Clube Jurídico do Brasil - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ClubJus